Rede Internacional de Cooperação Acadêmica Lixo Zero

LANÇAMENTO DA REDE DE COOPERAÇÃO ACADÊMICA LIXO ZERO

International Zero Waste Academic Collaboration

No dia 27 de fevereiro às 19 horas no auditório da ESAG/UDESC,  foi realizado o lançamento oficial da Rede de Cooperação Acadêmica Lixo Zero. Construída para ser uma rede universitária protagonista na promoção do desenvolvimento sustentável nos campi e na cidade. Uma iniciativa de âmbito global com ação local, capitaneada a princípio por instituições catarinenses.

A ideia nasceu durante a Semana Lixo Zero através da percepção comum das Instituições de Ensino Superior – IES (UFSC, UDESC e IFSC) e do Instituto Lixo Zero Brasil, sobre a  importância de seu engajamento e liderança na busca de soluções sustentáveis reais para um mundo lixo zero e uma nova economia circular. Nessa semana, cada IES organizou eventos e palestras na temática Lixo Zero:

O Instituto Lixo Zero Brasil – ILZB, representante da Zero Waste International Alliance, com apoio da equipe do UFSC Sustentável e demais IES, trouxe o criador da Academia Lixo Zero na Nova Zelândia (Zero Waste Academy), Professor Jonathon Hannon da Universidade de Massey, da Nova Zelândia, para apresentar o modelo de excelência na difusão e implementação do conceito lixo zero em diferentes espaços e organizações durante a 3 ª Semana Campus Lixo Zero.

Com mais de 15 anos de experiência na temática Academia Lixo Zero, o Prof. Jonathon Hannon demonstra que o modelo baseado na prática dos laboratórios vivos, onde cidades, regiões e comunidades oferecem o contexto real para o desenvolvimento de pesquisa, ensino e extensão; e a própria gestão da instituição, com o objetivo de solucionar problemas reais das sociedades, funciona  como um motor de inovação sustentável para o desenvolvimento ambiental, social e econômico no âmbito privado, público e do terceiro setor.

A produção descontrolada de lixo pelas sociedades modernas pós revolução industrial culmina hoje em uma séria e grave ameaça a integridade de toda a biosfera e da própria humanidade. A poluição das águas e oceanos, a contaminação de toda cadeia alimentar, a esterilização de espaços pela cultura do descartável e acúmulo de lixo, o passivo socioambiental e econômico que compromete grande parte dos orçamentos municipais, estaduais e nacionais carecem de soluções efetivas para essa crescente problemática que ameaça a todos nós.

As IES têm um papel fundamental a cumprir neste cenário. Como agentes de mudança e transformação que através do ensino, pesquisa, extensão e da própria gestão endossam e viabilizam o desenvolvimento sustentável de comunidades, territórios e cidades.

As IES são os lugares onde soluções, pesquisas técnicas, científicas e o conhecimento são criados e a cultura modificada. Mais do que isso, é o lugar onde jovens passarão uma das fases mais transformadoras de suas vidas. Assim, devem cumprir seu papel educador e transformador na criação de soluções para um mundo sem lixo.

De forma pioneira e com o objetivo de ser exemplo para toda a sociedade, a UFSC, UDESC, e o IFSC, com o apoio do Instituto Lixo Zero Brasil lançam as metas iniciais do programa conjunto a ser aplicado em cada instituição:

  • Meta 1 – Implementar e ou expandir a coleta de resíduos sólidos com separação mínima em 3 frações: Rejeitos, Resíduos Recicláveis Secos e Resíduos Orgânicos;
  • Meta 2 – Eliminar o uso de copos plásticos descartáveis nas instituições;
  • Meta 3 – Eliminação de lixeiras internas nas salas de aulas e setores administrativos para residuários diferenciados para a coleta mínima em 3 frações.

Estas práticas já são hoje aplicadas isoladamente nas respectivas IES por meio de seus Programas de Sustentabilidade (UFSC Sustentável, UDESC Sustentável e IFSC Sustentável). A proposta inicial visa compartilhar práticas de gestão e progredir para o lançamento de novas metas e ações elaboradas em conjunto.

Paralelamente, a REDE visa proporcionar o intercâmbio acadêmico entre as IES nacionais e a Universidade de Massey. Outras instituições nacionais e internacionais já demonstram interesse na adesão à REDE.

O lançamento oficial da REDE no dia 27 de fevereiro de 2018 foi simbolizado pela assinatura do Protocolo de Intenções da Rede de Cooperação pelas seguintes representações:

  • Representando o magnífico reitor da UDESC Prof. Dr. Marcus Tomasi, o Pró-Reitor de Planejamento da UDESC Prof. Dr. Leonardo Secchi;
  • Representando o magnífico reitor da UFSC Prof. Dr. Ubaldo Cesar Balthazar, o Coordenador de Gestão Ambiental da UFSC Prof. Dr. Rogério Portanova;
  • Representando a magnífica reitora do IFSC Profª. Dra. Maria Clara Kaschny Schneider, a Diretora Executiva do IFSC Profª. Silvana Rosa Lisboa de Sá;
  • Presidente do Instituto Lixo Zero do Brasil (ILZB), Sr. Rodrigo Sabatini.

Estiveram presentes na solenidade aproximadamente 150 pessoas, entre alunos, professores e interessados ao tema. Dentre as autoridades presentes estavam:

  • Antônio Marius Zuccarelli Bagnati, Vice-Presidente do Grupo Interinstitucional de Resíduos Sólidos de Florianópolis (GIRS) e ex-diretor presidente da COMCAP;
  • Lucas Barros Arruda, Secretário de Saneamento da Prefeitura Municipal de Florianópolis;
  • Deputado Estadual de SC, César Valduga, da Frente Parlamentar em Defesa da Cadeia Produtiva da Reciclagem.

Após a solenidade, foi conduzida a Palestra Internacional “Inovação Política e Lixo Zero”, proferida por Alessio Ciacci, consultor da União Européia em projetos de sustentabilidade ambiental ligados à reutilização e reciclagem de resíduos urbanos. Em 2017 recebeu, no Parlamento Europeu em Bruxelas o prêmio “Campeões da Economia Circular Italiana” e em Viena ganhou o Prêmio Europeu de Inovação Política por meio da implementação da tarifa pontual lixo zero. Alessio Ciacci também é responsável por um dos mais bem sucedidos cases de implementação da estratégia Lixo Zero na Europa, como o exemplo da cidade de Capannori, na Itália.

A iniciativa é de importância capital em um mundo na iminência de uma crise global de resíduos sólidos como apontado por recentes alertas e relatórios da FAO e de outras agências da ONU. Movimento que merece ser celebrado por toda a sociedade catarinense e brasileira como um marco da articulação universitária em prol do desenvolvimento sustentável de nossas cidades, regiões e comunidades.

Contatos:

Gustavo Rittl – Instituto Lixo Zero Brasil, gustavorittl@gmail.com (48 99624-0863);

UFSC: Djesser Zechner Sergio, djesser.zechner@ufsc.br;

UDESC: Gustavo Kogure, gustavo.kogure@udesc.br;

IFSC:  Twisa Thiemi Barcellos Nakazima, twisa@ifsc.edu.br.

Alessio Ciacci – Ganhador do Prêmio Europeu de Inovação Política (à direita).

Representantes das IES que ratificaram o Protocolo de Intenções. Da esq. p/ dir: Rodrigo Sabatini (ILZB), Dep. César Valduga (Testemunha), Profa. Silvana Rosa Lisboa de Sá (IFSC), Prof. Leonardo Secchi (UDESC), Professor Rogério Portanova (UFSC) e Aleccio Ciacci (Palestrante)

Organizadores, autoridades e presentes para foto oficial de lançamento da Rede de Cooperação Acadêmica Lixo Zero

Aproximadamente 150 pessoas estiveram presentes entre alunos, professores, servidores, interessados ao tema e autoridade.

Coordenador da Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFSC Professor Rogério Portanova proferindo sua palavra

Presidente do Instituto Lixo Zero Brasil – Rodrigo Sabatini, proferindo sua palavra