Propostas de sustentabilidade do professor Ubaldo como novo reitor da UFSC

12/04/2018 18:57

A Coordenadoria de Gestão Ambiental da UFSC (CGA) parabeniza o professor  Ubaldo César Balthazar pela conquista referente à consulta ao cargo de Reitor da Universidade Federal de Santa Catarina.

Ubaldo Cesar Balthazar, 52, “A UFSC Pode Mais”. Foto: Agecom

Ao levantarmos os dados de seu programa de gestão, destacamos quais delas são relacionadas as ações de Sustentabilidade, a fim de verificar o andamento das mesmas, junto a comunidade acadêmica as ações propostas pelo então candidato durante o exercício de sua função como Reitor.

As ações a seguir foram todas retiradas integralmente do próprio “Plano de Gestão Reitor Ubaldo – A UFSC pode mais”  dedicados ao seu futuro mandato.

Vale a pena lembrar que a “sustentabilidade” está ligada à três grandes eixos: Econômico, Social e Ambiental. E é com base nisso que relacionamos a seguir:

 

Aprovar o plano diretor da UFSC.
Dar continuidade ao plano de logística, compras e obras sustentáveis, revisto em 2017, e que dispõe de ações que resultem em diminuição do desperdício e preservação ambiental. Tal plano, por sua importância, foi assumido pelo Gabinete do Reitor.
Oferecer infraestrutura para atividades saudáveis: revitalização/implantação de calçadas (Programa Rota Acessível) e trilhas, praças e bicicletários, vestiários e chuveiros, programas para uso de áreas esportivas.
Finalizar e institucionalizar o Plano de Gerenciamento de Resíduos da UFSC, possibilitando a ampliação e controle do destino do lixo reciclável e orgânico e consequente redução do lixo comum.
Assegurar que todas as unidades da UFSC disponham de coleta/tratamento de esgoto sanitário.
Operacionalizar as recomendações de estudo “Recuperação da Qualidade da Água dos Córregos do Campus Reitor João David Ferreira Lima”
Atuar junto com a prefeitura de Florianópolis na melhoria da macrodrenagem e redução de enchentes do Campus.
Apoiar a implementação de ações de gestão ambiental no Hospital Universitário.
Fomentar, através de editais, novos projetos culturais na UFSC.
Concluir o projeto de eficiência energética para a UFSC, na área da Pesquisa.
Ampliar a ação do Serviço de Atenção à Saúde da Comunidade (SASC), com a contratação de equipe multiprofissional de saúde, para fazer face as melhores metodologias de atenção à Saúde dos trabalhadores e dos estudantes.
Continuar o aprimoramento da gestão de patrimônio da universidade, ampliando o percentual de bens levantados, bem como a agilização do processo de destinação, para o aproveitamento de bens subutilizados e baixa nos bens sem condições de uso.
Incrementar medidas que garantam mais segurança, qualidade de vida e bem-estar da comunidade universitária.

 

A CGA desde já se coloca a disposição da nova administração, bem como, da comunidade universitária para discutir os aspectos da implantação da sustentabilidade nos campi universitário.