Animais Sinantrópicos: Formigas

ANIMAIS SINANTRÓPICOS: FORMIGAS

Define-se animais sinantrópicos como aqueles adaptados a viver em ambiente antropizado, ou seja, junto ao homem, a despeito da vontade deste¹. São considerados animais sinantrópicos: Ratos, Abelhas, Aranhas, Baratas, Camundongos, Carrapato, Cupins, Escorpiões, Formigas, Lacraias, Lesmas, Morcegos, Moscas, Mosquitos, Percevejos, Pombos, Pulgas, Ratos, Taturanas, Traças, Vespas (marimbondos).

A UFSC possui uma Ata de contratação de serviços de  desinsetização, dedetização, desratização, descupinização, desalojamento de pombos e morcegos e outros meios de controle de sinantrópicos (contrato 262/2016) que pode ser utilizada quando esses animais estiverem oferecendo algum tipo de risco à saúde da comunidade acadêmica. Para mais informações clique aqui.

As formigas são consideradas insetos sociais, vivem em colônias ou ninhos e cada uma trabalha para todos os membros da colônia. A maioria das formigas alimentam-se² de  seiva das plantas, néctar de flores, substâncias açucaradas; existem também formigas que são carnívoras e se alimentam de animais mortos ou vivos e outras de fungos cultivados a partir de folhas vegetais.

Existem medidas preventivas que podem ser adotadas para minimizar a presença de formigas, como, limpar os locais que contêm restos de alimentos, especialmente doces; trancar bem os potes de alimentos. Quando já houver a presença de formigas, deve-se seguir a trilha e tampar o orifício por onde elas entram e saem com massa, principalmente em junções de azulejos e frestas.

Referências:
¹ https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/controle_de_zoonoses/animais_sinantropicos/index.php?p=4378
² https://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/saude/vigilancia_em_saude/controle_de_zoonoses/animais_sinantropicos/index.php?p=4510