Consumo de Água – Agosto de 2021

08/09/2021 14:58

08/09/2021
Referência: Agosto de 2021; Período de leitura: 18/07 a 18/08; Vencimento das faturas em 15/09/2021.

Em agosto de 2021 a UFSC consumiu 8.513 m³ de água ao custo total de R$ 150.485. O consumo de agosto foi 1% maior que o consumo de julho (8.403 m³), e 16% menor que o consumo de junho (10.121 m³). Desde maio de 2020 o consumo na UFSC ocorre na faixa entre 5.156 m³ (menor consumo em setembro/2020) e 10.121 m³ (maior consumo em junho/2021) .

O consumo de agosto de 2021 foi o segundo menor desde 2013 para o mês de agosto, e reflete a suspensão da maioria das atividades presencias na UFSC decorrente da pandemia da doença Covid-19. O consumo de agosto de 2021 foi 42% maior que o registrado em agosto de 2020 (6.010m³), e 50% menor que o consumo de 2019 (17.003 m³).

Com relação à média dos últimos seis meses, as seguintes unidades apresentaram os maiores aumentos: CCA 1 (Itacorubi) (+753 m³), CCS (+283 m³), CCB Blocos E, F e G (+217 m³), Horto Botânico (+189 m³), NDI – Creche (+188 m³), Arquitetura (+124 m³), CFM EFI (+92 m³).

Os dois hidrômetros do CCA (Itacorubi) continuam com consumo elevado desde novembro de 2020, sendo atípico para o período de pandemia. Em agosto o consumo nestes hidrômetros somou 2.104 m³, muito acima da média de 2019 de 920 m³ para período normal de atividades. Consumos atípicos também foram registrados no CCB Horto Botânico e CFM Bloco EFI.

Os maiores consumos de agosto foram: 1º CCA 1 Itacorubi (1.098 m³), 2º CCA 2 Itacorubi (1.006 m³), 3º Horto Botânico (Dep. Botânica) (637 m³), 4º CFM Bl EFI (584 m³), 5º Restaurante Universitário (445 m³ média), 6º Centro de Desportos (421 m³), 7º CCS (384 m³).

Destaca-se também que desde 16/06/2021 a UFSC está sem serviço de manutenção hidráulica (Processo anterior 23080.025995/2014-88 – Contrato nº 59/2015/PROAD/UFSC). As unidades com problemas em peças hidrossanitárias e vazamentos estão sendo orientadas a isolarem as unidades.

Em Julho de 2021  entrou em vigor o reajuste anual das tarifas das concessionárias. A CASAN reajustou em 2,55% as tarifas de água (https://www.casan.com.br/menu-conteudo/index/url/tarifas#0).

Maiores informações em Gestão das Águas. Informações de volume e custo de todos as unidades consumidoras desde 2013 podem ser acessados em planilha na aba de monitoramento do consumo de água.

2021_08 - Balanço mensal de água - volume

Figura 01: Volume mensal de água faturado na UFSC (todas unidades, sem HU) entre 2013 e 2021.

2021_08_infograf

Figura 02: Infográfico consumo da água de agosto de 2021.

2021_08 - últimos meses

Figura 03: Comparativo consumo de água últimos meses e anos anteriores (Ref. Agosto/2021).

Consumo de água na UFSC – Julho de 2021

11/08/2021 14:38

Monitoramento do consumo de água da UFSC

(10/08/2021)

Referência: Julho de 2021; Período de leitura: 18/06 a 18/07; Vencimento das faturas em 15/08/2021.

Em julho de 2021 a UFSC consumiu 8.403 m³ de água ao custo total de R$ 158.742.

O consumo de julho foi 17% menor que o consumo de junho (10.121 m³), e 7% menor que o consumo de maio (9.058 m³). Desde maio de 2020 o consumo na UFSC ocorre na faixa entre 5.156 m³ (menor consumo em Set/2020) e 10.121 m³ (maior consumo em junho/2021) . O consumo de julho foi também o segundo menor desde 2013 para o mês de julho, e reflete a suspensão da maioria das atividades presencias na UFSC decorrente da pandemia da doença Covid-19.

Com relação a média dos últimos seis meses, as seguintes unidades apresentaram os maiores aumentos: Biblioteca Central (+465 m³), Horto Botânico (Dep. Botânica) (+282 m³), Pav. Eng. Mecânica – Bloco B (+ 69m³), CCA EMEB LMM Área de Produção (+ 68 m³), CCB – Blocos E, F e G (+ 68 m³), Reitoria II (+ 68 m³).

Os maiores consumos de julho foram: 1º CCA 2 Itacorubi (1.050 m³ média), 2º Biblioteca Central (727 m³), 3º Horto Botânico (Dep. Botânica) (691 m³), 4º Pav. Eng. Mecânica Bloco B (631 m³), 5º Restaurante Universitário (443 m3 média), 6º Centro de Desportos (408 m3), 7º CFM Bl EFI (408 m3), 8º CCA-EMEB- LMM Área de Produção (385 m3), CFM Bloco A (343 m3) e CCA 1 Itacorubi (301 m3 média).

Destaca-se também que desde 16/06/2021 a UFSC está sem serviço de manutenção hidráulica (Processo anterior 23080.025995/2014-88 – Contrato nº 59/2015/PROAD/UFSC). As unidades com problemas em peças hidrossanitárias e vazamentos estão sendo orientadas a isolarem as unidades.

Novo processo licitatório (Processo 23080.052140/2019-34) encontra-se em análise jurídica junto à procuradoria da UFSC desde 19/05/2021.

Em Julho de 2021 também entrou em vigor o reajuste anual das tarifas das concessionárias. A CASAN reajustou em 2,55% as tarifas de água (https://www.casan.com.br/menu-conteudo/index/url/tarifas#0).

Maiores informações em Gestão das Águas. Informações de volume e custo de todos as unidades consumidoras desde 2013 podem ser acessados em planilha na aba de monitoramento do consumo de água.

 

2021_07 - Balanço mensal de água 2013-2021_07 - volume

Figura 01: Volume mensal de água faturado na UFSC (todas unidades, sem HU) entre 2013 e 2021.

2021_07_infograf Julho 2021_

Figura 02: Infográfico consumo da água de julho de 2021.

Consumo de água na UFSC – Março de 2021

20/04/2021 20:34

Monitoramento do consumo de água da UFSC

Referência: Março de 2021; Período de leitura: 18/02 a 18/03; Vencimento das faturas em 15/04/2021.

Em março de 2021 a UFSC consumiu 8.471 m³ de água ao custo total de R$ 143.460.

Com relação à fevereiro de 2021 (6.809 m³) a UFSC apresentou um aumento de 24% no consumo, e 21% de aumento em relação a janeiro de 2021 (6.978 m³). Desde o faturamento de maio de 2020, o consumo de água está na faixa entre 5.156 m³ (setembro de 2020) e 9.203 m³ (novembro de 2020).

O consumo registrado para o mês de março é o menor desde 2013, e reflete a suspensão da maioria das atividades presencias na UFSC, decorrente da pandemia da doença Covid-19. O consumo em março de 2021 foi 36% menor que o registrado em março de 2020, e 60% menor que o consumo de 2019.

Mesmo com as atividades presenciais restritas, há unidades que precisam de revisão sobre possíveis vazamentos, por estarem apresentando aumento de consumo com relação aos últimos 6 meses, sendo: Centro de Centro de Desportos (+784 m³), Horto Botânico (+395 m³), Prefeitura e Restaurante (+ 314m³) e CCA 2 (Itacorubi) (252 m³).

O Centro de Desportos teve o maior consumo com 1.271 m³, seguido por CCA 2 ( 1.075 m³), Prefeitura e Restaurante (664 m³) e Horto Botânico (651 m³). Alerta de consumo alto e possíveis vazamentos nessas unidades.

 

Maiores informações em Gestão das Águas. Informações de volume e custo de todos as unidades consumidoras podem ser acessados na aba de monitoramento do consumo de água.

2021_03_infograf MARÇO 2021

 

 

 

Pesquisa de Satisfação – Servidores UFSC 2020

04/03/2021 21:01

A fim de construir um instrumento para medir o nível de satisfação dos servidores, foi elaborado o questionário “Pesquisa de Satisfação – Servidores UFSC 2020” que se encontra no link: Formulário da Pesquisa de Satisfação Servidores

A necessidade de medir o nível de satisfação dos servidores tem origem no Plano de Gestão de Logística Sustentável (PLS) da UFSC, que tem entre seus eixos o de Qualidade de Vida e como um de seus objetivos construir um referencial para o indicador de satisfação.

As respostas da pesquisa ajudarão a diagnosticar a situação, revisar o próximo PLS e a formular ações e metas com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos servidores da UFSC.

Portanto, a participação de todos é muito importante.

Pedimos sua ajuda para responder o questionário, o que leva no máximo 10 minutos para ser respondido.

Desde já agradecemos a participação.

Tags: Pesquisa Satisfaçãopesquisasqualidade de vidaServidores

Pesquisa de Satisfação Discente

23/02/2021 16:31

A fim de entender a satisfação do corpo discente em relação à Universidade Federal de Santa Catarina, foi desenvolvido o questionário “Pesquisa de Satisfação – Discentes UFSC – 2020/2021

A necessidade de medir o nível de satisfação dos servidores e alunos tem origem no Plano de Gestão de Logística Sustentável (PLS) da UFSC, que tem entre seus eixos o de Qualidade de Vida e como um de seus objetivos construir um referencial para o indicador de satisfação.

As respostas da pesquisa ajudarão a diagnosticar a situação, revisar o próximo PLS e a formular ações e metas com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos alunos da UFSC.

Portanto, a participação de todos é muito importante.

Pedimos sua ajuda para responder o questionário, estimado em 9 minutos para ser respondido.

Desde já agradecemos a participação.

Tags: DiscentePesquisa Satisfaçãopesquisasqualidade de vida

Consumo de água no mês de janeiro de 2021 e balanço anual de água em 2020 na UFSC

08/02/2021 14:56

Em Janeiro de 2021 a UFSC consumiu 6.978 m³ de água ao custo total de R$ 123.384.

O consumo registrado para o mês de Janeiro é o menor desde 2013, e reflete além do período não letivo, a suspensão da maioria das atividades presencias na UFSC, decorrente da pandemia da doença Covid-19.

Com relação ao ano de 2020, o consumo anual registrado de 100.869 m3 corresponde à 44% do volume consumido em 2019, e 35% do volume consumido em 2018.

Mesmo com a suspensão das atividades presenciais, há unidades que precisam de revisão sobre possíveis vazamentos, por estarem apresentando aumento de consumo com relação aos últimos 6 meses, sendo: Centro de Desportos (aumento de 403 m³), CCA 2 (+340 m³), Horto Botânico (+265 m³), CTC Bloco L (+137 m3) e EFI (+93 m3), bem como Eng. Química, Reitoria I e Centro de Pesquisa – Bc dos Coroas (+186 m³).

Os maiores consumidores do mês de dezembro foram: CCA2 com 1.075 m³ de água consumidos, seguido do Centro de Desportos com 742 m³, Horto Botânico com 458 m3, CCA – Tapera com 415 m³ e CFM Bloco com 310 m³ consumidos.

Maiores informações em Gestão das Águas. Planillha com informações de volume e custo de todos as unidades consumidoras podem ser acessados na aba de monitoramento do consumo de água.

 

Balanço anual de água 2020

Consumo mensal de água Janeiro_2021_2

 

2021_02 - Volume Anual

 

2021_02 - Volume

Consumo de água no mês de dezembro

10/11/2020 16:26

Em dezembro de 2020 a UFSC (todas unidades) consumiu 7.001 m³ de água ao custo total de R$ 121.761.

Desde abril,  em função da suspensão das atividades presenciais não essenciais decorrente da pandemia da doença Covid-19, houve  redução de 62% em relação ao mesmo período do ano passado, equivalente à 105.331 m³ ou R$ 1.435.718 consumidos/gastos a menos.

Comparado ao mês de dezembro de 2019 a redução foi de 53% no volume consumido de água ou R$ 129.476.

As unidades que apresentaram aumento de consumo no último mês, em relação a média dos últimos 6 meses, foram: Centro de Desportos (aumento de 246 m³), Horto Botânico (+197 m³), CCA 2 (+193 m³) e Centro de Pesquisa – Bc dos Coroas (+186 m³).

Os maiores consumidores do mês de dezembro foram: CCA2 com 886 m³ de água consumidos, seguido do Centro de Desportos com 547 m³, CCA – Tapera com 445 m³ e Prefeitura e Restaurante com 415 m³ consumidos.

Nos gráficos abaixo é possível observar as diferenças no volume e custo mensal do consumo de água nos meses de janeiro a dezembro, desde 2013.

Planilha de Monitoramento Mensal do Consumo de Água da UFSC desde Jan/2013 (Última atualização 29/12/2020).

Para mais informações sobre o abastecimento de água na Universidade clique aqui.

desembro_volume

dezembro_custoVolume e Custo Mensal de Água e Esgoto na UFSC entre 2013 e 2020 (meses de janeiro a dezembro).

CGA divulga banco de dados geográficos e mapas de caracterização dos cursos da água da Bacia Hidrográfica do Rio do Meio

08/09/2020 14:29

A Coordenadoria de Gestão Ambiental divulga banco de dados geográficos e mapas de caracterização dos cursos da água da Bacia Hidrográfica do Rio do Meio, sub-bacia da Bacia Hidrográfica do Manguezal do Itacorubi.

A Bacia Hidrográfica do Rio do Meio inclui os bairros Pantanal, Carvoeira, Serrinha, parte do Córrego Grande e inteiramente o Campus Trindade da UFSC, Florianópolis/SC. O Rio do Meio (também conhecido como Rio Sertão) é o principal curso da água que atravessa o campus Trindade. Próximo ao bairro Santa Mônica, o Rio do Meio passa a ser denominado de Rio Três Córregos. Após percorrer o Manguezal do Itacorubi em direção à baía norte de Florianópolis, o Rio Três Córregos encontra o Córrego Grande próximo a foz, e juntos desaguam na baía norte. Informações podem ser acessadas e baixadas em:

https://gestaoambiental.ufsc.br/gestao-das-aguas/cursos-da-agua-e-manejo-de-aguas-pluviais/caracterizacao-bacia-rio-do-meio/

A qualidade de água nos cursos da água que desaguam no manguezal do Itacorubi é diretamente influenciada pelo adequado uso e cobertura dos sistemas de esgotamento sanitário, drenagem pluvial e disposição de resíduos sólidos, bem como, pelo uso e ocupação do solo na bacia hidrográfica.

A recuperação da qualidade de água da bacia hidrográfica depende, portanto, de um conjunto de ações integradas e de sensibilização e participação de toda a comunidade da bacia.

Mapa 01 - Bacia Hidrográfica Manguezal do Itacorubi 118470736_3524300504249347_5727515581129208257_o
Mapa 01 – Limite da Bacia Hidrográfica do Rio do Meio (sub-bacia da Bacia Hidrográfica do Manguezal do Itacorubi) e localização do campus Trindade da UFSC. Rio do Meio, vista de jusante para montante, em trecho sob Av. Prof. Henrique da Silva Fontes (fundos CCB/MIP – Campus Trindade UFSC).

Nova Estrutura Tarifária – CASAN

12/05/2020 21:52

A partir do mês de março de 2020 foi implantada uma nova estrutura tarifária nos 195 municípios atendidos pela CASAN com reflexos nas tarifas referentes ao mês de abril.

As principais mudanças foram a anulação da tarifa mínima de 10 m³ e a adição da Tarifa Fixa de Disponibilidade de Infraestrutura (TFDI) de R$ 29,49/mês. A CASAN efetuará o faturamento da nova TFDI de acordo com o número de unidades consumidoras de cada edificação, multiplicando o valor da tarifa pelo número de unidades consumidoras existentes e também será cobrada para as unidades atendidas com Serviço de Esgoto Sanitário.

A nova forma de cobrança compreende duas parcelas: uma fixa através da TFDI e outra variável através da tarifa por m³ consumido, diferenciada para cada categoria. Houveram mudanças também no valor das tarifas variáveis em todas as categorias, como pode ser visto nos quadros abaixo.

Segundo a CASAN a nova estrutura tarifária não representa reajuste e sim uma redistribuição de valores, trazendo preços mais adequados aos menores consumidores. Para quem consome menos de 10 m³ por mês passa a pagar pela quantidade do volume de  água consumida, juntamente com a TFDI, e não mais pelos 10 m³ totais.

Ressaltando que a taxa de esgoto continua sendo 100% da tarifa de água, ou seja o valor é dobrado e isso ocorre para 47 matrículas atendidas pela CASAN na UFSC.

tarifa_ane

tarifa_hoje

A UFSC em Florianópolis possui 69 economias classificadas como públicas, 30 residenciais, 12 comerciais e 1 industrial.

Os maiores aumentos percentuais foram para consumos acima de 50 m³, as categorias pública, comercial e industrial tiveram aumento de 10% e na categoria residencial o aumento foi de 13%. Estes números reforçam ainda mais a importância da economia de água no campus.

Em relação à UFSC, a nova forma de cobrança acarretou no aumento do valor da fatura. Neste mês de abril foram consumidos 10.617 m³ de água dos quais 10.491 m³ foram provenientes da CASAN, equivalente a R$ 197.766,10 calculado com a nova estrutura tarifária. Analisando este volume consumido em relação a estrutura tarifária anterior, o valor cobrado seria de RS 179.199,18. Assim, para o volume consumido no mês de abril houve um aumento de 10,36 %, equivalente a R$ 18.566,92 no faturamento por conta da nova estrutura tarifária que entrou em vigência.

A maior diferença entre a tarifa anterior e a atual no mês de abril foi no Restaurante Universitário, no qual o consumo de água diminuiu mas a tarifa aumentou 11%, equivalente a R$ 2.895. Ou seja, se calculado pela estrutura tarifária anterior o valor pago seria de R$ 25.852 e com a nova estrutura vigente o valor é de R$ 28.747.

Dessa forma, a nova estrutura tarifária da CASAN promoveu  um aumento em torno de 10% na tarifa de água e esgoto na Universidade. Diante disso, reforça-se a importância do uso consciente da água e os números apresentados reforçam a necessidade da continuidade do monitoramento e campanhas de redução de consumo.

 

PESQUISA DE QUALIDADE DE VIDA – SERVIDORES

01/04/2020 18:11

Foi divulgada na página UFSCSustentavel.ufsc.br o resultado das pesquisas de percepção de qualidade de vida dos servidores da UFSC. Foram realizadas duas pesquisas, uma em 2018/2019 e outra em 2019/2020, o relatório publicado é uma comparação das duas.

Link para os resultados aqui.

Um exemplo do que se encontrará lá:

aberta2